Consulado-geral português em Joanesburgo volta ao serviço depois de testes negativos a duas funcionárias

johannesburg-4322256__340

O consulado-geral de Portugal em Joanesburgo voltou a ter disponível o serviço de atendimento ao público, com medidas que visam proteger os funcionários e utentes. Depois de ter sido fechado por suspeita de Covid-19 em duas funcionárias, o consulado voltou a abrir portas com os resultados negativos.

Em declarações à Lusa, o cônsul-geral Francisco Xavier de Meireles disse: “Aguardávamos os resultados das análises a duas funcionárias. Os resultados dos testes foram negativos durante a semana, o último deles foi no sábado de manhã, de forma que tomei a decisão de voltar a abrir hoje o atendimento ao público, mas mantém-se o apelo do Governo português para as pessoas evitarem vir ao consulado para assuntos que não sejam urgentes”.

O cônsul adiantou ainda que “Não é nas condições normais porque estamos a impor as restrições de proteção de funcionários e dos utentes; só entra uma pessoa por funcionário de cada vez, mantém-se o distanciamento de dois metros e desinfetam-se as mãos à entrada e à saída e antes de mexer em documentos”.

Na África do Sul estão registados 402 casos positivos de Covid-19 nas nove províncias do país, sendo que cerca 207 são na província de Gauteng.