É o recolher obrigatório uma medida fascista?

Nunca pensei que os portugueses aceitassem sem protesto esta medida completamente fascista e ditadorial que vemos apenas em estados despóticos africanos à beira da guerra civil. Nem sequer Salazar se lembrou de impor tal medida em prol do “bem colectivo”. Salazar também referia que a segurança nacional era um valor que se sobrepunha juridicamente às liberdades individuais, daí a existência da PIDE-DGS. Hoje em dia temos apenas a DGS. Se eu decidir passear às 3 da manhã no meu bairro para apanhar ar, qual o risco pandémico de tal acto. Claramente que estamos perante um governo populista-fascista, que tomou esta decisão despótica apenas porque a maioria da plebe estava de acordo com a mesma, esquecendo-se que num estado de direito a democracia não significa a total ditadura da maioria.